Lacraias são insetos da Ordem dos Quilópodes.  Possuem o corpo alongado e achatado dorso-ventralmente, dividi-se em cabeça e tronco, com um par de patas por segmento do corpo. Tem cerca de 5 cm de comprimento, mas dependendo da espécie pode chegar a 25 cm.  Outra Ordem com características semelhantes são os Diplopodes, conhecidos como gongolos, porém estes têm dois pares de patas por segmentos e se enrolam quando se sentem ameaçados.

As lacraias são animais carnívoros que consumem outros insetos e suas larvas, desta forma atuam no controle populacional destes organismos. Muito agressivas são capazes de matar ratos, anfíbios e cobras com o seu veneno, sendo, portanto animais peçonhentos. Nos seres humanos provocam acidentes doloridos e a gravidade do acidente varia de acordo com a sensibilidade do veneno por parte da vítima e também da quantidade de picadas, contudo não são capazes de levar um ser humano ao óbito.

Tem preferência por ambientes úmidos e sombreados como tronco de árvores podres ou em decomposição, embaixo de pedras, etc. Em zonas urbanas o animal se esconde em boxes de banheiros, sob entulhos ou tijolos e em jardins em vasos, xaxins e hortas. Por tanto evite mexer em lugares possível de ataque como em locais com entulho, jardins e locais onde se acumulam lixo sem a devida proteção.

Em casos de acidentes procure o médico o mais rápido possível levando o animal ou a foto deste para um diagnóstico mais eficiente e consequentemente o tratamento mais adequado. É importante que se faça a higienização do local afetado com água e sabão neutro não sendo recomendada a utilização de fórmulas ou remédios caseiros.

 

Literatura consultada

Secretaria de meio ambiente de São Paulo. 2013. Cadernos de educação ambiental, Fauna urbana, vol. 1. Disponível em: http://arquivo.ambiente.sp.gov.br/cea/2014/11/17-fauna-urbana-vol-11.pdf. Acesso em: 18 jan. 2019.