04 Oct

Primavera/verão é época de revoada de cupins

A primavera chegou! Com ela chegaram os cupins que fazem a revoada. Estes cupins alados mais conhecidos como aleluias são responsáveis pela reprodução da colônia e encontram as condições favoráveis para a instalação do novo ninho.  

A revoada

A revoada acontece no período mais quente e úmido do ano ou seja, a primavera e verão. Os cupins reprodutores possuem asas, ou seja, são alados. Estes cupins são mais conhecidos como aleluias. Eles voam em busca de um parceiro para reprodução e na busca de um novo local para formar uma nova colônia. Esse voo de dispersão possibilita que novas colônias sejam formadas longe dos ninhos originais. No final das tarde quentes eles são atraídos pela iluminação artificial de nossas casas. Durante o voo os casais são formados, e logo após os cupins vão para o solo ou madeiramento onde perdem as suas asas e começam a escavar a primeira galeria ou câmara nupcial. Nesta o rei  e a rainha vão copular, alguns dias depois a fêmea começam a depositar os seus primeiros ovos. 

Cupins alados depois da revoada.
Cupins alados (aleluias) depois da revoada procurando local para fazer o novo ninho. 

Ciclo de vida dos cupins

Após cerca de 90 dias dos ovos terem sido depositados na câmara nupcial começam a nascer as primeiras larvas.  As larvas vão se transformar em ninfas. As ninfas vão se diferenciar em soldados, operários e em reprodutores (alados e de reposição). O desenvolvimento dos cupins é incompleto, ou seja não há metamorfose completa. Os indivíduos já nascem com a aparência dos indivíduos adultos, somente com algumas diferenças morfológicas. Por exemplo os indivíduos larvais nascem ser pigmentação e sem brotos alares. Depois de sucessivas eclidises (mudas de exoesqueleto) atingem o estágio de ninfas. Após esta fase serão diferenciados em castas.    

Organização em castas

Cada um destas castas descritas acima tem suas funções definidas: soldados irão defender o ninho, operário vão em busca de alimentos para alimentar outras castas como soldados e a casta reprodutiva. Esta última é formada pelos cupins alados (rei e rainhas) e pelos reprodutores de reposição. Na morte do rei ou da rainha da colônia estes são repostos. 

É após as revoadas que novas colonias são formadas a partir do rei e da rainha. Locais preferenciais dos cupins são solo, madeiramento ou paredes com fissuras e buracos. À partir da primeira galeria ou câmera nupcial que os ovos são depositados, as ninfas se desenvolverão formando as três castas e serão formadas novas câmara fazendo o cupinzeiro crescer.