23 Jan

Verão sem pragas - época de proliferação de baratas

Estamos na época mais quente do ano, o verão! As baratas se reproduzem mais intensamente nesta estação do ano. É nesse momento que temos que redobrar os cuidados com a casa para evitar as infestações. A seguir vamos dar algumas dicas de como manter a sua casa livres destes insetos que além de transmitir muitas doenças pode também gerar prejuízos de ordem material, estragando vários equipamentos eletrônicos. Uma casa limpa é uma casa livre de baratas.

A importância de fazer o controle contra baratas

Baratas são repugnantes, não é mesmo? Elas vivem em esgotos, encanamentos de pia e muitos outros lugares onde estão em contato direto com microrganismos patogênicos, ou seja, organismos muito pequenos que causam doenças. Carregam no seu corpo uma grade quantidade destes seres microscópicos, ao passarem em nossa louça, talheres, pratos, alimentos, etc. acabam contaminando-os. 

Além das doenças , baratas podem trazer prejuízos de ordem econômica. Podem fazer seus ninhos em equipamentos eletro-eletrônicos tais como computadores, motores de geladeiras, torradeiras, etc. 

Porque as baratas são tão difíceis de matar?

As baratas tem alta capacidade reprodutiva, colocam muitos ovos durante sua vida, tem cuidado parental com sua prole, ou seja, carregam em seu abdômen seus ovos. Eles ficam envolvidos por uma capa que os protege contra predadores, condições ambientais adversas (tais como dessecação) e inseticidas. Fora isso as baratas desenvolveram ao longo dos tempos a capacidade de serem resistentes contra inseticidas sprays muito utilizados pela população. 

Baratas adultas, ninfas e ovos (ootecas).
Blattaria germanica: Barata adulta, ninfas e ovos (ooteca). 

Doenças que podem ser causadas por baratas

Baratas são animais noturnos que circulam livremente, principalmente durante a noite enquanto dormimos. O pico de atividade destes insetos são as noites quentes e úmidas tipicas do verão. Elas vem dos encanamentos da pia, ralos, pelo esgoto enfim uma série de locais contaminados. Carregam em seu corpo, patas e asas uma grande quantidade de microrganismos patogênicos, ou seja, causadores de doenças, tais como vírus e bactérias. A seguir listamos algumas destas doenças que por vezes, você leitor, não faz ideia que as baratas poderiam ser transmissoras.
Diarreia - principal forma de transmissão é a oral-fecal. A barata passa por vários locais contaminados e carrega em suas patas e abdomen as bactérias como a Shigella e a Salmonella (Salmonelose). Ao passar por alimentos, louças, talheres e outros utensílios domésticos acabam contaminando-os. Quando as pessoas consomem os alimentos e utiliza os objetos contaminados contrai a bactéria que provoca a diarreia (disenteria bacteriana).
Dermatites - a principal forma de transmissão é pelo contato direto do inseto com a pele humana. Ao entrar em contato com nossa pele a barata passa uma substancia irritante provocando a alergia. Os sintomas são coceira, vermelidão e formação de bolhas na pele.
Alergias - causadas pelo contato com a poeira que se misturou com os restos de baratas, como asas ou patas secas (em decomposição) ou dos ferormônios que ela deixa por onde ela passa. Essas partes tem substâncias que ao entrarem em contanto com nosso nossas vias respiratórias provocam os processos alérgicos.
Asma - A asma é a alergia crônica que ataca principalmente as crianças. Segundo alguns médicos infectologistas a principal causa da asma não são grãos de poeira no ar, nem pelos de cachorros ou de gatos ou o pólen do ar externo. Acredite se quiser: o principal fator para os casos mais graves de asma seriam as baratas.
Pneumonia - A principal forma de transmissão é pelas vias respiratória. A inalação de poeira com partes da barata seca (já em decomposição) e também de suas fezes podem transmitir os microrganismos  (vírus, bactérias e protozoários) causadores de pneumonia, que ficam suspensos no ar.
Catsaridafobia - É uma doença psicológica que se caracteriza pelo medo ou fobia de baratas. Não é frescura, deve ser tratada como qualquer outra síndrome (medo de altura, de local fechado, de escuro).

Dicas para manter as baratas longe da sua casa

  • Mantenha a sua residência sempre limpa, em especial a cozinha e banheiros.  
  • Não deixe restos de comida e objetos engordurados acumulados sobre a pia.
  • Remova o lixo diariamente. Jogar o lixo fora somente nos dias que o lixeiro vier recolher o lixo. Isso evita que pessoas e animais revirem o seu lixo e deixem sua calçada suja.
  • Se não for possível, você pode armazenar  seu  lixo em local adequado como galões com tampas. Mantenha os galões sempre limpos para que não junte chorume no fundo
  • Evite fazer lanchinhos no quarto ou na sala ou enquanto usa o computador. Faremos podem cair pela casa ou no teclado atraído as baratas. 
  • Descarte caixas de papelão e outros materiais, como pilhas de jornais e revistas, etc.
  • Evite que deixar a comida e água do seu animal de estimação no chão da cozinha ou área de serviço. Este pode ser um fonte de suprimento alimentar para baratas.
  • Feche os ralos dos banheiros, cozinhas e área de serviço.
  • Mantenha as caixas de gordura e esgoto bem vedadas.

Mesmo após uma dedetização é preciso estar atento para não haver reinfestações.

As reinfestações podem ocorrer pois os ovos das baratas envelopados por uma capa (ootecas) que impede que o inseticida atinja os ovos. A consequencia disso é que entre 15 a 30 dias depois de dedetização um ambiente pode voltar a ter filhotes de barata que crescem rapidamente e se tornam adultas. Infestando novamente o local.

Outra forma de reinfestação é o ambiente externo de sua casa. É preciso tomar muito cuidado com o que entra em nossa casa. É necessário estar atento principalmente às caixas de papelão as caixas que vem da rua.  Nestas podem estar presentes ovos de baratas (ootecas), filhotes de baratas (ninfas) e até baratas adultas. O ciclo de vida desses insetos é muito rápido, logo as baratas ficam adultas e voltam a se multiplicar.

É importante também manter a sua dedetização contra baratas em dia. As empresas dedetizadoras atualmente oferecem uma garantia de 3 meses. Por isso devemos realizar dedetização 4 vezes por ano. Desta forma você mantem a sua casa livre de baratas o ano inteiro!